UM SONHO, UM QUINTAL

IMG_1260
Foto: Fatima Thimoteo

Pequenina pensava,
Que qualquer água era a mesma coisa.
Se estivesse turva ou se fosse chuva,
Em qualquer quintal,  haveriam de se encontrar.

Imaginava,
Que o mar de tão imenso e copioso fosse imortal.
E na  sua divindade , debruçava-se sobre a terra,
Engolindo o céu, espalhando sal.

Acreditava,
Que o indispensável pertencia a todo mundo:
Uma flor, a brisa, um lugar…
Mas tudo  fora repartido, e eu não estava lá.

Ana Teixeira – Março, 2020


3 comentários sobre “UM SONHO, UM QUINTAL

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s