CARTA PARA 2019

IMG_3403
Foto: Fatima Thimoteo

Dois mil e dezoito fiquei atordoada vendo a minha Pátria, que julgava tão amada, estarrecida diante de tantos ruídos.

Foram poucas palavras e muito ácido. A intolerância ao invés de combatida foi elevada em grau máximo.

Dentro dessa panela de pressão não cabia mais nada. Até as poesias tinham cheiro de carne queimada.

Sim, dois mil e dezoito, fomos queimados vivos, sob os olhares do mundo! E o mundo queimou, diante dos nossos olhos,  e se não reacendermos as esperanças para dois mil e dezenove, perderemos a ponta dos fios, que unem nossas energias.

Não mais faremos a conexão dos sons, dos sonhos, da arte… Jamais compreenderemos, porque as borboletas abandonam a solidão dos casulos para correr o risco de permanecerem conosco.

Sobrevivemos do jeito que deu,  e agora, agradecemos quem veio nos ajudar na arrumação dessa casa selvagem, onde o amor não mais amou, e esteve, quase em desvantagem. Bem-vindos e benditos sejam Gabriel, Bento, Ilundy, Victor e tantos outros, que em dois mil e dezoito, romperam os cordões, tornando todos nós seus fiéis guardiões.

Prometemos nos melhorar, e não há outra saída. Faremos algo pela grande Mãe, deixando para os filhos dela, não apenas a vontade de viver, mas o replantio de jardins feitos para serem calcados, e quiçá, florestas repletas de frutos que vocês possam comer.

Feliz 2019!

Ana Teixeira – dezembro, 2018

Anúncios

8 comentários sobre “CARTA PARA 2019

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s