MILAGRE * Miracle

img_8159

Desejo que nem sempre é espera.

A química da atmosfera,

As ondas estáticas das serras.

A terra, a terra, a Terra.

A arte de desembrulhar talentos,

A flor que nasce no cimento.

O vento, o vento, o vento.

Barco de refugiados que finalmente atraca,

Coração e feijão na mesma massa.

A casa, a casa, a casa.

Avião alvejado que aterrissa,

Cão-guia que empresta a vista.

A vida, a vida, a vida.

Um hemisfério quente e outro frio,

Belezas que dão arrepio.

O rio, o rio, o Rio.

Prazer que não acaba em desgosto,

Um sujeito feito pro outro.

O boto, o boto, o boto.

Banho morno e depois uma cama,

Gente sã  ferida com  lama.

Mariana, Mariana, Mariana.

 

Ana Teixeira – janeiro, 2018


12 comentários sobre “MILAGRE * Miracle

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s