ADVÉRBIOS GUARDADOS * Saved adverbs

quatro
Deixe-me guardá-lo!
Dentro dos meus potes de açúcar...
Sobre pontes arqueadas e bem construídas.

Acima do meu peito cercado de veias...
Diante das rendas de um olhar intocável.

Debaixo dos meus pequenos cobertores...
Além dos odores consumidos pela força.

Longe do frenesi do meu tempo em descontrole...
Onde borboletas pintam cores e escuridão.

Perto do meu canto negligente e suave...
Atrás dos blocos de anotações interrompidas.

Defronte às ondulações do meu riso modesto...
abaixo das turbulências que serenas adormecem.

Ana de Lourdes Teixeira - Julho, 2017
https://anadelourdes.wordpress.com/


Anúncios

14 comentários sobre “ADVÉRBIOS GUARDADOS * Saved adverbs

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s