ÁGUA DE MAR E POESIA * Sea Water and poetry

IMG_5561
Foto: Sumaia Sandins
Água de mar e poesia...

Chegam fazendo tipo, causando reboliço. 
Cozendo almas cruas com juras e malícias. 
Fora de suspeita, silenciam,
sem virar notícia....

Nenhuma é inocente! Nem o mar, nem a poesia.
Sabem ser quentes, sabem ser frias.
Fazem charme, mesuras e cortesias
com rastros de areia e hálito de maresia.

De fontes desconhecidas,
encaixam-se em pedras escondidas.
Penetram nos barcos, fincam como garfos,
entram pelas veias fiapo por fiapo.

Lavam, mas não nos deixam lavar
Matam e não se permitem morrer,
Dançam nuas, compassadas, ondeadas, 
quando seduzem, mitigam ou são afagadas.

Ana de Lourdes Teixeira - Junho, 2017
Anúncios

12 comentários sobre “ÁGUA DE MAR E POESIA * Sea Water and poetry

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s