“ME DEIXA”-Leave me

hibernar

Calo-me, e não vendo o meu silêncio!

Persiste a fome, mas a vontade de ficar perdura, sustenta-me,

sem livros ou sem frases cortantes escritas em fachadas.

Perseveram-se  em mim memórias convertidas em pistas, cheiros…

Persisto, perduro…”Me deixa”!

Tenho frio, mas me capacitei a esquentar o que é inclemente.

O sono é tanto, que não insisto mais,  acordo devagar e viro de lado.

Se é  noite, sossego… O  brilho  virá a qualquer momento, de  um estranho ou de uma estrela.

Só existe a coragem de viver, não me peça outra coisa!

Esquento devagar…”Me deixa”!

Anúncios

8 comentários sobre ““ME DEIXA”-Leave me

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s