SE É ESCOLA, TEM GENTE!-If it’s school, there are people!

SE É ESCOLA,   TEM GENTE!

Cada escola é um mundo, um mundo dividido em países, que se assumem como são: Independentes, emergentes, aliados e até abrigo de refugiados…

No dia a dia tudo se revela! Vivências se misturam a personalidades e  teimosias eternas, próprias de quem é humano e não tenta ser herói dentro de uma batcaverna  preparada para ser perfeita e genial.

São muitas visões, emoções. Situações de alegrias, fantasias e caos… Nelas as cenas se revezam entre atores e expectadores dentro do mesmo teatro.

Nos dias mais frios, quando surgem os calafrios, cada país marcha com o seu  exército para  abrandar ou  dispersar o que nos atormenta, magoa e  fere.

Neste momento surgem os apaziguadores que usam a sabedoria no momento certo e acrescentam ao grupo  calma e equilíbrio transformando palavras em armas de negociação e paz.

Diante de um bombardeio os mais corajosos e ousados partem para o enfrentamento e levam consigo os personagens mais criativos e habilidosos, pois para desativar um explosivo é preciso ter um pouco de MacGyver nas mãos e na alma.

Em meio aos  caças que pairam no ar, erguem-se os melindrosos e  fatalistas,   que sempre esperam o pior de tudo,  e a destruição como fim, pois são alimentados pela tragédia, mas é neste momento que surgem os grandes articuladores,  que têm o dom de administrar situações e dirimir sequelas.

Ao avistar um navio de guerra é preciso a sensatez dos que sabem manter a ordem; espirituosidade dos que  nunca perdem o sorriso;  e a  discrição de uma disfarçada timidez.  Neste episódio não cabe a ninguém ser o centro das atenções,  pois  a atenção  é o centro de manobras para evitar que embarcações oponentes se aproximem.

Muitas vezes,  aqueles que  têm o “coração melado”, assumem a cara de mau,  numa interpretação insuperável, capaz de assustar qualquer exército inimigo “Hay que endurecerse, pero sin perder Ia ternura jamás”, disse Che Guevara.

Mesmo numa guerra, onde combater é a grande missão, os ingênuos e desajeitados têm o seu quinhão de participação. Neles estão as decisões e saídas mais inesperadas e surpreendentes.

Sinceridade, generosidade e sensibilidade… Fazem parte desta guerra diária, pois estamos falando de pessoas que mentem e desmentem; que estão cansadas, que estão carentes… Que têm ambição. Que têm pouca opinião.  Que são imediatistas,  insatisfeitas ou esquisitas. Que são curiosas,  caretas ou vaidosas…

Trabalhar com gente não deixam nossos dias iguais, podemos até compará-los com dias de carnavais; de estruturas e ideias parecidas, mas com enredos e criações diferentes,  seja num salão ou na avenida, porque a folia foi feita para agradar a todos, mas sem esquecer a cor e a bandeira que representam.

 

Anúncios

5 comentários sobre “SE É ESCOLA, TEM GENTE!-If it’s school, there are people!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s